O desequilíbrio da microflora (disbiose) é caracterizado pelo predomínio de bactérias patogênicas. A disbiose permite, desse modo, que o intestino fique suscetível a infecções e a desordens imunes.

A disbiose intestinal pode ser definida, de modo simplificado, como um desequilíbrio da qualidade e da quantidade da microflora intestinal; consequentemente interferindo na atividade metabólica e local de distribuição, caracterizada como aumento das bactérias maléficas no intestino. Essa situação altera a saúde do intestino provocando aumento na absorção de açúcares, toxinas, bactérias, proteínas ou peptídeos não digeridos, que ativam o sistema imunológico consequentemente levando a uma exaustão do mesmo.

 

Dentre as principais causas de disbiose está o uso irracional de antibióticos, o consumo excessivo de alimentos processados, a excessiva exposição a toxinas ambientais, as disfunções hepatopancreáticas, o estresse, a idade, o tempo de trânsito e o pH intestinal, a disponibilidade de material fermentável e o estado imunológico do indivíduo

Como é feito o tratamento

da disbiose intestinal?

O principal tratamento para a disbiose é feito por meio da alimentação. Consiste na retirada de alimentos possivelmente alergênicos e introdução de uma alimentação adequada

Cláudia Figueiredo - Doctoralia.com.br